Como funciona a avaliação de obras de arte

Como funciona a avaliação de obras de arte

Vender quadros de alto valor pode ser algo meio desafiante, porque é essencial encontrar os compradores ideais. Mas tudo pode ser mais fácil quando o vendedor conta com o suporte de profissionais especializados – uma galeria de arte para fazer a avaliação de obras de arte, por exemplo. 

Se você possui uma obra de arte e deseja comercializar o item, entenda que, para vender quadros, é essencial saber onde vender a pintura. Afinal, você pode não conhecer o atual valor da sua obra de arte, então isso é algo que deve ser avaliado por profissionais experientes no assunto.

Aliás, você sabe como funciona a avaliação de obras de arte, sejam eles quadros, esculturas ou outros objetos de valor? Compreenda como funciona a avaliação neste artigo da Galeria Canvas!

Como funciona uma avaliação de obras artísticas?

Antes de vender quadros, de doá-los ou segurá-los com uma apólice, você precisa saber o valor real da obra. Afinal, a avaliação é capaz de fornecer informações que auxiliam na tomada de decisão mais assertiva para sua arte. E essas informações vão além do valor da peça artística. 

O que é uma avaliação?

A avaliação é, em suma, uma análise bem criteriosa sobre o valor de um objeto – por exemplo, uma obra de arte. Quando falamos de valor, estamos certamente falando do valor monetário também! Mas vale enfatizar que o valor de uma obra de arte não se baseia apenas em um cálculo matemático. Tampouco é algo estático ao longo do tempo.

Assim, o valor monetário de uma obra muda por conta da relação que os compradores e vendedores têm com esse tipo de objeto. Por exemplo, se um artista relativamente desconhecido tiver uma venda em leilão significativamente elevada, isso aumentaria o valor do trabalho do artista. Portanto, o valor flutua com o tempo e de acordo com as condições de mercado.

Tipos de avaliação

A avaliação de obras de arte acontecem por diversas finalidades. O tipo de avaliação mais comum é a avaliação realizada para segurar a obra. Imagine, então, que você tenha uma obra de arte em sua casa e ela foi destruída num incêndio. Quanto custaria substituir um quadro de valor por uma obra comparável? Isto leva em conta os preços praticados pelas galerias. 

Em seguida, surge a avaliação pelo valor de revenda, que é definido como o “valor justo de mercado para fins de revenda”. Esta avaliação, em suma, indica qual é o valor de atacado da obra de arte.

Além disso, também existe a avaliação para fins de doação, definida como: “valor justo de mercado para fins de doação”. Se você pensa em doar quadros ou outros bens para uma organização sem fins lucrativos e gostaria de usar o valor da doação de obras de arte como dedução fiscal, este tipo de avaliação é para você.

Como funcionam as avaliações para vender quadros?

As avaliações são baseadas em pesquisas de mercado. Desse modo, todo o processo abrange:

  • Consultar registros de leilões
  • Consultar registros de vendas privadas
  • Consultar obras de arte atualmente à venda

Todas essas ações ajudam a encontrar objetos comparáveis ​​ao objeto que está sendo avaliado. A proveniência, a história dos objetos e suas exposições ao mercado também interferem na avaliação de valor de um objeto de arte. 

As avaliações normalmente são válidas por dez anos, mas nada impede uma nova avaliação se for algo necessário. 

Onde vender quadros e pintura de valor?

Depois de fazer uma avaliação com profissionais especializados, você tem a opção de vender seus quadros para uma galeria de arte como a Canvas Galeria de Arte. Fazemos a captação de diversas obras, oferecendo aos vendedores a possibilidade de vender quadros por meio de leilões confiáveis e seguros. 

Então, se busca um lugar onde vender suas pinturas e outros objetos de valor, procure a Galeria Canvas!

Redes Sociais