Todas as pinturas, esculturas e objetos que vão a um leilão de arte normalmente passam por uma avaliação profissional. Tal procedimento é essencial também para todas as obras que ficam expostas em uma galeria de arte como a Canvas Galeria. O processo de avaliação é importante porque é esta ação que determina a originalidade e o valor monetário do patrimônio. De forma simplificada, pense assim: você recebeu como doação ou herdou uma obra de arte que está em sua família há anos. Então, pode ser que tenha curiosidade em saber quanto vale o quadro, a pintura ou outro objeto. É nesse ponto que a avaliação de arte entra em cena. Quer saber mais sobre as particularidades da avaliação de uma obra de arte? Continue lendo este artigo da Blog Galeria Canvas e saiba mais! 5 Considerações de avaliação de obras em galeria de artes 1. Tipo de avaliação de obras em leilão de arte O primeiro fator a se considerar é o tipo de avaliação necessária. Existem dois tipos principais de avaliações: avaliação de seguro e patrimonial. Em suma, as avaliações de seguros acontecem em razão das peças de arte de alto valor que precisam ser seguradas contra roubo ou danos. As avaliações patrimoniais, por outro lado, servem para fins fiscais. Isto é, quando uma obra de arte é herdada ou vendida. Sendo assim, dependendo do caso, aplica-se um tipo ou outro de avaliação. 2. Qual o propósito da avaliação? A segunda consideração é o propósito da avaliação. No caso da avaliação de seguro, o foco estará sempre no valor de reposição. Por exemplo: quanto custaria para substituir sua obra de arte se ela fosse perdida ou danificada? No entanto, para avaliações patrimoniais, o propósito está no valor justo de mercado: quanto alguém pagaria pela sua obra de arte se a comprasse no mercado aberto? 3. Escolha do avaliador profissional Para avaliar uma obra de arte, não importa qual seja, você precisa da experiência de um avaliador profissional. Portanto, é importante encontrar alguém qualificado para executar esse tipo de procedimento. Uma solução interessante é procurar por esse profissional em uma galeria de artes especializada. 4. Informações sobre a obra Você também deve reunir algumas informações sobre o objeto artístico. Isto inclui, por exemplo, o nome do artista, o título da peça, data de criação e proveniência (histórico de propriedade). Além disso, ter fotos da obra artística é útil e facilita a avaliação pelo profissional. 5. Nível da avaliação É relevante decidir o quanto a avaliação deve ser aprofundada. Algumas pessoas desejam apenas uma ideia geral de quanto vale sua obra de arte. Mas outros têm interesse em uma avaliação mais criteriosa, com um relatório bem detalhado que inclua: Informações sobre o artista; História da obra de arte; Estimativa de valor, Por fim, esteja preparado financeiramente para pagar pelo trabalho de avaliação e compreenda que a apreciação da arte é subjetiva. O que uma pessoa considera uma obra-prima pode não valer tanto para outra. Portanto, não se apegue muito a nenhum valor específico – o importante é que você tenha uma boa ideia de quanto vale sua obra de arte, especialmente em um leilão de arte. Entendido isto, conte com a orientação dos profissionais da Galeria Canvas para avaliar suas pinturas, quadros e outros itens artísticos!

Considerações antes de avaliar uma obra de arte

Todas as pinturas, esculturas e objetos que vão a um leilão de arte normalmente passam por uma avaliação profissional. Tal procedimento é essencial também para todas as obras que ficam expostas em uma galeria de arte como a Canvas Galeria. O processo de avaliação é importante porque é esta ação que determina a originalidade e o valor monetário do patrimônio.

De forma simplificada, pense assim: você recebeu como doação ou herdou uma obra de arte que está em sua família há anos. Então, pode ser que tenha curiosidade em saber quanto vale o quadro, a pintura ou outro objeto. É nesse ponto que a avaliação de arte entra em cena. 

Quer saber mais sobre as particularidades da avaliação de uma obra de arte? Continue lendo este artigo da Blog Galeria Canvas e saiba mais

5 Considerações de avaliação de obra de arte em uma galeria especializada

1. Tipo de avaliação de obras em leilão de arte

O primeiro fator a se considerar é o tipo de avaliação necessária. Existem dois tipos principais de avaliações: avaliação de seguro e patrimonial. Em suma, as avaliações de seguros acontecem em razão das peças de arte de alto valor que precisam ser seguradas contra roubo ou danos. 

As avaliações patrimoniais, por outro lado, servem para fins fiscais. Isto é, quando uma obra de arte é herdada ou vendida. Sendo assim, dependendo do caso, aplica-se um tipo ou outro de avaliação. 

2. Qual o propósito da avaliação da obra de arte?

A segunda consideração é o propósito da avaliação. No caso da avaliação de seguro, o foco estará sempre no valor de reposição. Por exemplo: quanto custaria para substituir sua obra de arte se ela fosse perdida ou danificada? 

No entanto, para avaliações patrimoniais, o propósito está no valor justo de mercado: quanto alguém pagaria pela sua obra de arte se a comprasse no mercado aberto?

3. Escolha do avaliador profissional

Para avaliar uma obra de arte, não importa qual seja, você precisa da experiência de  um avaliador profissional. Portanto, é importante encontrar alguém qualificado para executar esse tipo de procedimento. Uma solução interessante é procurar por esse profissional em uma galeria de artes especializada

4. Informações sobre a obra de arte

Você também deve reunir algumas informações sobre o objeto artístico. Isto inclui, por exemplo, o nome do artista, o título da peça, data de criação e proveniência (histórico de propriedade). Além disso, ter fotos da obra artística é útil e facilita a avaliação pelo profissional

5. Nível da avaliação

É relevante decidir o quanto a avaliação deve ser aprofundada. Algumas pessoas desejam apenas uma ideia geral de quanto vale sua obra de arte. Mas outros têm interesse em uma avaliação mais criteriosa, com um relatório bem detalhado que inclua:

  • Informações sobre o artista;
  • História da obra de arte;
  • Estimativa de valor,

Por fim, esteja preparado financeiramente para pagar pelo trabalho de avaliação e compreenda que a apreciação da arte é subjetiva. O que uma pessoa considera uma obra-prima pode não valer tanto para outra. 

Portanto, não se apegue muito a nenhum valor específico – o importante é que você tenha uma boa ideia de quanto vale sua obra de arte, especialmente em um leilão de arte.

Entendido isto, conte com a orientação dos profissionais da Galeria Canvas para avaliar suas pinturas, quadros e outros itens artísticos! 

Redes Sociais